sábado, junho 24, 2006

Do you nokia?


Leio sempre, com muito fervor, reportagens sobre países civilizacionalmente mais avançados, provavelmente numa esperança inconsciente de que um dia essas mesmas realidades também venham a ser realidade em Portugal.
Na Única deste sábado, vem uma reportagem muito interessante sobre o milagre finlandês, que não se faz apenas de economia.
Um dos pilares do tremendo desenvolvimento deste país escandinavo - do qual pouco se sabe, para além da Nokia - é precisamente a educação. O sistema educativo finlandês é considerado um dos melhores do mundo, sendo que ao nível da Matemática (para dar um exemplo muito problemático em Portugal), os alunos finlandeses estão também no topo. O ensino é gratuito e há todo um sistema que garante assistência e transporte aos alunos.
Por outro lado, o enorme investimento na tecnologia e na inovação contribui decisivamente para o incremento económico da Finlândia, considerada já uma das economias mais bem sucedidas, a nível mundial, ultrapassando mesmo os EUA.
Como é sabido, nos países nórdicos as mulheres assumem lugares de chefia, a nível governamental, o que é um sinal claro do próprio avanço civilizacional. As mulheres finlandesas não precisam, de todo, de um sistema ridículo de quotas para alcançar esses mesmos lugares, tradicionalmente ocupados pelos homens (sobretudo tratando-se de sociedades do sul da Europa de feição católica e patriarcal).
Claro que não há países perfeitos, mas se os nossos governantes estudassem, em pormenor, estes casos de sucesso e tentassem importar esse mesmo modelo para Portugal, talvez, um dia, quem sabe, soubéssemos a sensação de liderarmos as listas do que é positivo. Só subimos ao pódio, normalmente, quando os contextos são negativos...
Follow my blog with Bloglovin