sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Quartos com vista para...as palavras

Imagine o que seria poder pernoitar num hotel completamente (de)votado ao culto dos livros e das palavras, em que cada andar corresponde a uma área do saber, recheado de livros e mais livros a perder de vista.
Em Nova Iorque (where else?), há um hotel assim: o Library Hotel que reúne (pasme-se!) mais de 6.000 volumes, à inteira disposição dos seus clientes / leitores compulsivos.
É certo e sabido que qualquer leitor frenético sofre da ânsia de querer ler todos os livros do universo, mesmo sabendo que para concretizar esse sonho alucinado, teria de viver vidas infindáveis e que, ainda assim, uma eternidade não bastaria...
Trocava, sem pestanejar, um quarto com "sea view" por um quarto com "book view".

2 comentários:

Ana M Abrantes disse...

Tentador, sem dúvida. Mas onde descansar os olhos da leitura? Para onde olhar sem ver, ainda com as paisagens do livro na mente?

O conceito é interessante. Mas os preços... ;-)

JL disse...

Olá amiga,

Vivemos na época da informação. O Hotel está adaptado, com certeza, ao frenético devir que nos absorve a lentidão dos dias e os faz parecer segundos.
No século XV a maior biblioteca do mundo sediada em inglaterra albergava perto de 200 livros. Hoje são publicadas mais de 300.000 obras por ano. Ainda que nessas se inclua a tal da Catarina.
Uma edição de domingo do New York Times publica mais informação factual do que toda a que existe disponível do séc XV. Impressionante, não é?
Portanto o Hotel, parece-me, está adaptado à nova realidade.

Beijinhos

PS - Não me esqueci de ti ;-)

Follow my blog with Bloglovin