sexta-feira, dezembro 21, 2007

Exercício(s) de saudosimo(s)




A pedido do meu grande amigo Júlio, publico aqui neste meu pechisbeque um texto que nos transporta aos saudosos tempos do Liceu, numa fase em que se experienciava a doce "insustentável leveza do ser". Nada será como dantes e esta constatação tem tanto de verdadeira como de penosa. Custa regressar, voltar a trilhar os mesmos caminhos, olhar à nossa volta e ver que tudo mudou. Sobretudo nós próprios. Aqui fica o texto. E já agora Feliz Natal!

7:30 da manhã e eu já fora da cama...
45 minutos para me arranjar.
15 minutos de viagem pois moro longe...
8:30...o super irritante toque de campainha!
110 minutos mal contados de aulas, sem cadernos, sem caneta, sem paciência, sem juízo!
10:15 finalmente!
120 intermináveis minutos de matemática que passaram e corro freneticamente em direcção ao Infante.
15 minutos de intervalo, estou longe de ouvir a irritante campainha tocar novamente!
3 cigarros e 1 café para ver se acordo, mas mesmo assim não está fácil!
2 horas, mais coisa menos coisa, que faltam para o almoço.
90 minutos que ainda aí vêm de geometria descritiva...
1 manhã difícil.
Follow my blog with Bloglovin