quarta-feira, julho 16, 2008

A sul


Fico completamente a leste se pensar no sul... Há um je ne sais quoi no sul, não sei se advém daquela luz única e envolvente que nos afaga e nos acolhe no seu ventre terno ou do azul das águas, quentes e calmas, que se movem languidamente, como se não houvesse amanhã sequer...A parte mais entusiasmante das férias é a preparação, o frenesim da noite da véspera, aquela doce insónia da expectativa. E passear pela imensidão do areal e sentir as areias finas e trémulas a fundirem-se na nossa pele ávida de sol. Risco os dias como um prisioneiro de Alcatraz, num countdown frenético e alucinado, na esperança de que um dia engula o outro e logo o outro, para que chegue o momento tão aguardado e...rumar a sul...

"Drowning in me, we bathe under blue light."
Wake up alone, Amy Winehouse

(Não é de admirar que as letras de AW sejam estudadas em Oxford. São habitadas por uma poesia única que nos comove e nos persegue ao longo do dia...Já não se faz música assim! Hoje em dia, os tempos são demasiado acelerados para as pessoas se deterem na beleza das palavras.)

1 comentário:

Inês disse...

Eu sei porque há um je ne sais quoi ao pensares no sul... são as férias a aproximar-se...eheheh!

E há que aproveitar muito, porque este ritmo desgasta-te fisicamente e mentalmente...

Umas boas férias...eheheh... vou ter sdds tuas, sabes bem que sim:(





























































E só para o texto ficar ainda maior...






























Um bjo gand!

Follow my blog with Bloglovin