segunda-feira, fevereiro 18, 2008

What happens…after dark?


Acabei de ler uma obra absolutamente delirante, After Dark, do autor japonês Haruki Murakami (traduzida directamente do Japonês para Inglês).
A obra desenvolve-se num período temporal de 7 horas, pela madrugada fora, quando se constrói toda uma realidade paralela, plena de histórias que se entrecruzam e se confundem. Vamos acompanhando o pulsar do relógio, o seguimento das horas, dos minutos que, à medida que a narrativa avança, se tornam mais vorazes e somos literalmente devorados pela torrente avassaladora dos acontecimentos.
De facto, a madrugada é habitada por seres estranhos, por estórias surreais que só são possíveis e passíveis de se tornarem realidade nessas horas em que a maioria das pessoas dorme um sono apaziguador e isento de quaisquer problemáticas.
After Dark é uma narrativa una que, no entanto, é constituída por uma série de pequenos contos, alguns que evocam o realismo mágico: há uma bela adormecida da modernidade que não quer acordar; uma prostituta chinesa que é abusada por um cliente que leva uma vida dupla; um encontro (im)provável entre uma rapariga com ares de patinho feio e um músico de jazz que teme passar a fronteira entre a luz e a escuridão…tudo isto em 7 horas que consumimos com sofreguidão.
Como pano de fundo, a fervilhante metrópole de Tóquio e os seus habitantes em trânsito, neste caso os seres da noite, das trevas. E as trevas escondem muitos enredos densos e sempre perturbadores.
Murakami desvenda os fios de que se entretece a escuridão, numa prosa envolta em poesia e em realismo. O resultado é mágico!

Follow my blog with Bloglovin