quarta-feira, janeiro 17, 2007

In the morning


Há dias assim, em que pensamos que esta névoa se vai prolongar até ao final dos tempos e resvalamos para um pessimismo sem sentido.
De súbito, recebemos um sinal de amigos geograficamente distantes, mas próximos o suficiente para permanecerem em nós.
A maior riqueza de todas não se traduz em números, mas no poder da memória e na certeza de que seremos sempre imortais para alguém.

1 comentário:

Anónimo disse...

Olá! Tu tens uma forma tão simples e bonita de ver as coisas...parabéns por ser como és (e já agora, por existires..."imortal")
Um beijinho muito grande

Follow my blog with Bloglovin